FacebookTwitterLinkedInRSS FeedPinterest Pin It

Passagem de Ônibus à R$10,00 em Londrina?

Cidades
Typography
  • Smaller Small Medium Big Bigger
  • Default Helvetica Segoe Georgia Times

Empresas operadoras da cidade protocolaram pedido de reajuste que chega à inacreditáveis R$10,00.

Texto: Antonio Marcos de Moraes Júnior

Nesta segunda-feira, 27, as empresas operadoras do transporte coletivo municipal de Londrina, no norte do estado do Paraná, protocolaram seus respectivos pedidos de reajuste tarifário. Atualmente, o transporte da cidade é operado por duas empresas: A TCGL – Transportes Coletivos Grande Londrina, e a Londrisul Transportes Urbanos, do Grupo GBS. Os valores propostos são de R$ 10,15 pela TCGL e de 9,10 pela Londrisul. Atualmente, o valor da passagem está em R$ 4,25, desde janeiro de 2019.

londrina tarifa 2022 04

A justificativa apresentada pelas empresas é que, com o atual valor, é impossível manter em operação o atual sistema da cidade, que conta com sistemas de integração por cartão eletrônico e terminais fechados.

É importante ressaltar que a prefeitura de Londrina efetuou recentemente dois repasses para ambas as empresas, afim de reequilíbrio financeiro: um no valor de R$ 12,7 milhões no segundo semestre de 2021 para a TCGL, e outro de R$ 7,3 milhões para a Londrisul. A prefeitura também arcou com os custos da PPR (participação em resultados) de R$ 2 milhões para funcionários de ambas as empresas, que deixaram de pagar o benefício em 2020, alegando dificuldades decorrentes da pandemia de COVID-19.

londrina tarifa 2022 03

Sobre o assunto, a CMTU (Companhia Municipal de Transporte Urbano), gerenciadora dos transportes na cidade, disse que opera valores baseados em sua própria planilha de controle, e que esta definirá os novos valores de tarifa, que devem vigorar à partir de 2022.

Caso o pedido das operadoras seja acatado, Londrina passará a deter um recorde vergonhoso: de passagem municipal mais cara do país.