Natal: Uma Magia em Movimento

Cidades
Ferramenta
Tipografia
  • Menor Pequeno Medio Grande Maior
  • Padrao Helvetica Segoe Georgia Times

A história do Natal é tão antiga quanto a civilização. Apesar das várias contradições entre o que é comemorado e o que significava na essência do surgimento, o natal segue sendo uma das datas mais importantes das comemorações cristãs. Talvez por ter esta conotação religiosa, há sentimentos que afloram durante este período. Parece que a magia do natal enfraquece determinadas posturas (nem sempre tão agradáveis em algumas situações) e fortalece o sentimento de paz e amor entre as pessoas.  Alguns de seus costumes populares modernos típicos incluem a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natalmúsicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes, incluindo as árvores de Natalpisca-piscas,  guirlandasviscopresépios,sinos, enfim, uma gama de elementos que consolidam seu valor simbólico. E falando em valor simbólico, há uma figura popular que está diretamente associada a esta data e à entrega de presentes: o Papai Noel. Não nos deteremos aqui apenas no valor histórico-mitológico do personagem exclusivamente, mas enfatizaremos todos os símbolos/adereços e valores deste período que continuam em evidência nesta sociedade moderna. Os enfoques serão dados no ônibus (elemento essencial de deslocamento num grande centro urbano e suas decorações natalinas) e também nas experiências vividas pelos operadores, enquanto personificam a figura do Papai Noel.

Texto: Dorival Nunes Bezerra
Contribução: Juverci de Melo

natalino 2018 05

Já virou tradição em São Paulo o chamado “passeio iluminado”. Ele acontece há 5 anos na cidade e vem, a cada edição, aumentando o número de participantes. Ter um ônibus decorado com adereços natalinos operando em sua linha normal pode não ser nenhuma novidade. Isso já acontece há bastante tempo, mas, reunir comboios de ônibus, partindo de 3 pontos diferentes da cidade e se reunindo no marco da árvore paulista de natal, no Ibirapuera, é, no mínimo, inusitado.

Sambaíba foi a pioneira a enfeitar seus ônibus com luzes natalinas

A iniciativa de decorar o ônibus com luzes na época natalina partiu do sócio-diretor, Sr. César Fonseca, da empresa Sambaíba Transportes Urbanos, em 2011. A ideia de César era trazer o espírito natalino a seus clientes, inspirado nos grandes enfeites natalinos que havia na avenida Paulista (até meados de 2013 eram feitas grandes decorações atraindo os paulistanos para essa região). Inclusive a linha escolhida para operação do veículo era a 175P (na época linha partia do bairro Pq. Edu Chaves até a estação do Metrô Ana Rosa) e tinha a avenida em seu itinerário. É importante ressaltar que, atualmente, César lança desafios a seus colaboradores a criarem novidades para as próximas edições dos ônibus natalinos e outras datas festivas.

natalino 2018 03

Por onde passava, as pessoas pediam para tirar fotos com sua família ao lado do ônibus e do Papai Noel

“Houve muita dificuldade em colocar o veículo em operação na época. Inicialmente,  prefeitura e SPTrans não eram favoráveis a esse projeto. Mesmo assim, a pedido do diretor da empresa, o projeto foi posto em prática. A empresa passou por muitos transtornos no inicio como, por exemplo, ameaças de aplicação de multas no veículo pelos agentes da CET devido ao excesso de tempo parado nos pontos de ônibus, porque passageiros e pedestres (atraídos pela novidade) tiravam fotos com o Papai Noel ao volante”,  relata José Alfredo Filho, gerente geral da Sambaíba.

natalino 2018 04

O primeiro veículo a ser decorado com as luzes natalinas foi o de prefixo 2 1523 com carroceria CAIO Induscar Mondego HA

Dois anos depois, outras empresas do sistema de transporte da cidade, Viação Gato Preto e Viação Santa Brígida se inspiraram na Sambaíba e também decoraram cada qual um ônibus.  Assim, em 2014, mais empresas acataram também a ideia e a SPTrans, em parceria com a SPUrbanuss (sindicato das empresas,) promoveram – assertivamente - o primeiro passeio natalino com destino a árvore de natal no Parque do Ibirapuera. Hoje, o “natal iluminado” é um grande sucesso na cidade.

natalino 2018 02

O custo da decoração e operação de um ônibus articulado de 23 metros pode chegar a 20 mil reais

As decorações dos ônibus da Sambaíba têm um custo médio nos modelos Básico e Padron de 10 mil reais, chegando quase o dobro nos ônibus articulados de 23 metros. Para Alfredo, a gratificação em ver o sorriso nos rostos das pessoas, trazer alegria e o espirito natalino para seus clientes é uma pequena retribuição da empresa por todo o crescimento obtido durante esses anos. Alfredo ressalta ainda que gestos como esse se repetem em outras datas comemorativas para lembrar aos usuários o valor da família. “São colocados no interior dos ônibus, no dia das mulheres, lacinhos cor de rosa e nos dia das mães, um varal (entre os balaústres) com frases de carinho de seus colaboradores para as mamães”, diz Alfredo.

natalino 2018 06

Durante as viagens nos ônibus da Sambaíba, são distribuidos diversos doces para as crianças

Mesmo sem fantasia, Alfredo participa dos passeios, animando o interior dos ônibus, puxando canções natalinas com muita alegria. Um dos momentos mais marcantes deste período foi de uma pessoa com certo atraso intelectual, que estava nas ruas circulando e, quando  avistou o ônibus natalino e passou a acenar, com muito entusiasmo. Ao parar o ônibus, os Noeis desceram para abraçá-la e a única palavra que ela queria dizer a todos era “obrigado”. “Até me emociona só de lembrar. Todos ficaram emocionados no dia e fica como lição que não precisamos de muito para fazer uma pessoa feliz”, finaliza Alfredo.

O Primeiro motorista Papai Noel

natalino 2018 07

Luiz Ricardo (o segundo da direita para esquerda) foi o primeiro motorista dos ônibus em São Paulo a vestir a fantasia de Papai Noel

Luiz Ricardo da Silva foi o primeiro motorista a fazer o personagem do Papai Noel nos ônibus em São Paulo a convite do diretor César Fonseca. Hoje, Luiz trabalha na Spencer Transportes e acompanha o Noel da empresa fazendo a animação no interior dos veículos. Ele comenta que se sentiu honrado em receber o convite e foi muito gratificante ser o primeiro Papai Noel da Sambaíba. Considera o sorriso das crianças o que mais encanta e a reação mais marcante para ele foi quando um casal de idosos embarcou no ônibus e vez uma viagem ida e volta entre o Parque Edu Chaves e Metrô Ana Rosa, num percurso que durou aproximadamente 4 horas.

natalino 2018 08

Luiz Ricardo foi inspiração para Flávio da Silva, o Papai Noel da Spencer Transporte na área 2

A simbologia da data, o sucesso dos passeios e os depoimentos dos operadores que vivenciam a experiência como Noel atraíram a atenção e despertaram o desejo de outros colaboradores a seguirem o exemplo. Por isso, atualmente, além da inscrição feita com antecedência, há alguns critérios (na maioria das empresas) que são seguidos para a escolha dos “Papais e Mamães Noeis”.  Vejamos a seguir quem são as pessoas que estão vivendo esta experiência atualmente e como lidam e o que fazem durante este período.

Viação Santa Brígida

natalino 2018 09

natalino 2018 10

Motorista Wanderley Ferreira faz o papel de Noel há 5 anos

natalino 2018 11

Cobradora Ednalva Balbino trabalha e está junto com Wanderley desde o ínicio do ônibus natalino pela empresa.

natalino 2018 12

A passageira Daiane se encantou com a alegria de Wanderley e Ednalva e hoje participa dos passeios fantasiada de elfa animando o interior do ônibus da Santa Brígida

natalino 2018 13

Doces e enfeites adicionais são comprados pelos próprios recursos de Wanderley e Ednalva: já para os presentes os recursos vêm das vendas de rifas feitas por eles.

Estes são os colaboradores da Santa Brígida, Wanderley Ferreira dos Santos  e Ednalva Balbino da Silva Rocha. Ele trabalha há 21 anos na empresa (começou como cobrador, depois, tornou-se fiscal e hoje é motorista) e ela, há 8 anos (como cobradora). Aceitaram o convite para participar do natalino, por já apreciarem o trabalho de outros “Noéis”, quando não faziam e por atenderem os quesitos necessários (ser bem alegre, ser brincalhão). A empresa garantiu a decoração externa, interna do ônibus e a toca. Enquanto vivem os personagens (é o 5º ano da experiência), distribuem doces e brinquedos para as crianças. Estes “brindes” advêm de rifas feitas por ele e sua cobradora e vendida dentro da empresa para outros funcionários que colaboram espontaneamente, pois sabem o motivo pelo qual ela é feita: comprar os doces para as crianças neste período. Ambos consideram os sorrisos das crianças o melhor dos prêmios que recebem. Tanto o Wanderley (Papai Noel)  quanto a Nalva (Mamãe Noel) são acompanhados pela Daiane Cristina Aguiar Cruz, uma passageira super simpática que foi convidada por eles para participar, uma vez que curtia muito as crianças e suas reações ao virem o Noel  e que foi agregada ao núcleo vivendo, hoje,  uma “elfa”. Para eles, um dos momentos mais interessantes deste período foi ouvir “Então é natal” cantado por passageiros durante o trajeto.

Sambaíba Transportes Urbanos

natalino 2018 15

natalino 2018 38

É o primeiro ano como Mamãe Noel de Eliane e fica encantada com o sorriso das crianças

natalino 2018 14

Gleidson Almeida é um dos motorista da Sambaíba a fazer a papel de Noel

Estes são os colaboradores da Sambaíba, Gleidson Almeida Leite e Eliane Alves de Almeida. Ele trabalha há 10 anos na empresa (começou como cobrador, depois, tornou-se motorista) e ela, há 1 ano e 3 meses (como cobradora). Aceitaram  o convite para participar do natalino, por já apreciarem o trabalho de outros “Noéis” e por atenderem  os quesitos necessários (ser bem alegre, ser brincalhão e muito simpático com as pessoas). É o 1º ano deles nesta experiência. Enquanto vivem os personagens, distribuem balas para as crianças. A empresa patrocina todo o material: decoração externa e interna dos ônibus, fantasias e as balas.  Ambos consideram os sorrisos das crianças o melhor dos prêmios que recebem. Um dos momentos mais interessantes vividos por eles foi quando o “Papai Noel” (Gleidson) recebeu uma cartinha de uma criança (passageira deles, vem de uma creche diariamente) pedindo uma boneca de presente. Eles leram, apresentaram para “a empresa” e esta, sensibilizada com a inocência, decidiu que dará no próximo final de semana, a boneca para a menina.  

Viação Gato Preto

natalino 2018 16

natalino 2018 17

De cobrador para motorista, Alexandre sente orgulho em fazer o Noel da Gato Preto (G1) pelo 3ª ano

Alexandre Froes, colaborador da Viação Gato Preto (G1), trabalha há 10 anos na empresa (começou como cobrador, depois, virou manobrista e hoje é motorista).  Soube que havia inscrição e se interessou para participar do natalino, por já apreciar o trabalho de outros “Noéis”, quando não fazia e por atender os quesitos necessários (ser bem espontâneo para estampar alegria para as pessoas, segundo ele). Enquanto vive o personagem (é seu 3º. ano), distribui balas para as crianças. A Viação Gato Preto não garante só a decoração externa do ônibus. De acordo com  Alexandre, ela dá tudo: a decoração do ônibus, a fantasia e as balas (estas, PERSONALIZADAS) que são distribuídas para as crianças no trajeto.

natalino 2018 18

Além de todo o custo com as decorações dos ônibus, a Viação Gato Preto distribui balas com seu logotipo estampado nas embalagens

Um dos momentos mais interessantes deste período foi receber uma carta de uma menina de 14 anos - portadora de câncer - que pedia uma boneca. Seu pedido foi atendido e ela ganhou uma Frozen de Alexandre. Além deste momento bastante gratificante, disse que é muito bom ouvir “parabéns pela sua atitude de levar alegria para as pessoas num tempo em que se perdeu muito”.

TRANSSPASS - Transporte de Passageiros

natalino 2018 19

natalino 2018 20

É o primeiro ano como Noel do motorista Ivan Caboclo

O colaborador da TRANSPPASS, Ivan Caboclo Vieira, trabalha há 8 anos na empresa. Aceitou o convite para participar do natalino, por achar interessante o trabalho de outros “Noéis”, quando não fazia e por atender aos quesitos necessários (ser bem alegre, ser brincalhão e ser, principalmente, responsável).  A decoração, fantasias e doces são patrocinadas pela TRANSPPASS. Enquanto vive o personagem (é o 1º ano da experiência), distribui doces para as crianças. Considera o carinho delas o melhor pagamento que recebe enquanto está vestido de Noel. Há, também, outro item que precisa ser mencionado. Para ele, um dos momentos mais gratificantes desta experiência é o reconhecimento e o respeito dos clientes por este trabalho. Há uma diferença no tratamento em relação ao “Noel” e o Ivan.

Norte Buss Transportes (Área 2)

natalino 2018 21

natalino 2018 22

Davi sempre está acompanhado de sua família nos passeios natalinos

Davi Bruno Ferraz da Costa e Francisco Emerson de Oliveira Silva trabalham na Norte Buss. O primeiro, desde 94, (foi cobrador na época da “lotação”).  Hoje é motorista e acionista da empresa. Dirige um ônibus comprado por ele mesmo. Soube que havia inscrição e se interessou para participar do natalino, por já apreciar o trabalho de outros “Noéis” quando não fazia e por atender os quesitos necessários da empresa  (ser bem alegre,  carismático, e, segundo ele,  por ter “o tamanho” (risos) do Noel).  A Norte Buss garante a decoração do ônibus. Enquanto vive o personagem (é seu 2º. ano), distribui doces – patrocinado por ele mesmo - para as crianças. Faz isso porque gosta e curte ser Papai Noel. Um dos momentos mais interessantes deste período foi receber uma carta de uma criança que pedia como presente de natal que ele (Noel) fizesse uma reconciliação dos pais dela que tinham acabado de se separar.  Outro fato que merece destaque foi a solicitação de uma senhora que pediu para gravar um vídeo dele em operação. Ela queria enviar à sua  filha que mora no Canadá. Esta senhora disse que por lá, não há nada disso. Davi destaca que é muito gratificante ser Papai Noel porque o carinho e o respeito que recebe das pessoas, em geral, não têm preço.

natalino 2018 23

natalino 2018 24

Emerson Silva é um busólogo que se sente realizado em conquistar um grande sonho: ser motorista de ônibus e poder participar do ônibus natalino como Noel

Já o Emerson, está na empresa há 11 meses,  começou como motorista e pediu para o coordenador para participar do natalino. Segundo ele, não tinha perfil (não era gordo, é meio tímido para ser o Noel, porém, queria muito viver a experiência) e, deram-lhe a oportunidade. Enquanto vive o personagem (é seu 1º. ano), distribui doces – patrocinado por ele mesmo - para as crianças. Também já viveu coisas bastante inusitadas durante este tempo de personagem e acha que o melhor pagamento é o olhar, a reação das crianças quando se deparam com ele ali,  sentado ao volante. Ele disse que isso não tem preço. Outro item que destacou foi o fato de vários passageiros felicitá-lo por fazer a alegria das crianças num tempo muito difícil e que ninguém mais tem muita esperança.

natalino 2018 25

A Família de Emerson sempre o acompanha em eventos relacionados a ônibus.

Tanto o Davi quanto o Emerson são acompanhados pelas famílias (esposas, filhos e ainda netos – no caso do Emerson)  que sempre os prestigiam onde quer que seja ou esteja um determinado tipo de evento.

Viação Campo Belo

natalino 2018 26

natalino 2018 34

Val Prado é bastante conhecido nas redes sociais por seu carisma e possui um Canal no YouTube com dicas de dirigibilidade para os colegas de trabalho.

O colaborador Valdecir do Prado trabalha, na Campo Belo (G1),  há 24 anos. Já Iniciou suas atividades como motorista de convencional e atualmente dirige um articulado de 23 metros.  Disse que ficou sabendo em 2014 que haveria o natalino e que a empresa perguntou quem gostaria de participar. Ele já achava interessante o trabalho de outros “Noéis”, quando não fazia e, por atender os quesitos necessários (ser bem alegre, brincalhão, comunicativo, extrovertido) aceitou o convite. Enquanto vive o personagem (é seu 5º. ano), distribui doces para as crianças. A Viação Campo Belo não garante só a decoração externa do ônibus. Os enfeites internos, doces e fantasias também são patrocinados pela empresa. Valdecir destacou que no ano  passado a empresa ofereceu presentes numa comunidade bastante carente (Jd. das Palmas).  Algumas coisas interessantes acontecem durante essa experiência.  Um dos momentos mais marcantes  deste período foi ver uma criança e uma senhora paralisadas e com lágrimas nos olhos por se deparar com a figura do Noel.  Ambas ficaram encantadas com a cena e parabenizaram-no pela atitude.  A senhora disse que era muito bom ver que ainda existiam pessoas boas e preocupadas em fazer a alegria de outras. Além deste, houve também outro momento bastante gratificante: uma senhora que pediu um abraço do Noel. Quando recebeu disse que estava precisando muito daquele abraço,  porque estava se sentindo muito sozinha.

Vip Transportes Urbanos (Unidade Pinedo)

natalino 2018 30

natalino 2018 31

Willian Rebouças também é bastante conhecido nas redes sociais pelos seus ótimos vídeos de dicas sobre dirigibilidade e como ter uma melhor viagem no transporte coletivo. 

O colaborador Willian Aparecido Rebouças Sampaio trabalha Vip Transportes (unidade de Pinedo) há anos.  Já Iniciou sua atividade como motorista.  Disse que se tornou Papai Noel graças à BBF (2017). Foi ele quem levou (a pedido do pessoal da organização) o veículo que ficou exposto no evento. O pessoal da coordenação descobriu que ele gostava de participar de eventos cujo tema fosse ônibus e assim acabou escalando-o pra um dos  natalinos. Este é o 2º ano da empresa no passeio  e o Willian acabou sendo reconduzido para (re)viver o Noel. Para os demais motoristas os critérios foram pontualidade e assiduidade. Enquanto vive o personagem distribui doces para as crianças comprados por sua própria conta. A empresa garante a decoração externa do ônibus. A fantasia também foi comprada com seus próprios recursos. Algumas coisas interessantes acontecem durante essa experiência. Uma delas é perceber que as crianças de hoje (tão ligadas em tecnologia) ainda acreditam no papai Noel. Ver a inocência delas neste sentido e os pedidos de todos para tirar foto com o Noel, os pedidos de abraços, tudo é muito gratificante. Mas um dos marcos principais foi o sorriso de uma bebezinha com seus pais que atravessara a faixa de pedestre na frente dele enquanto aguardava a abertura do semáforo e, ao notá-lo,  abriu o que ele mesmo chamou de o “sorriso mais puro que já recebi”.  Willian disse que seria interessante que todos que tivessem a chance de viver a experiência, abraçassem. Segundo ele, alguns colegas perguntam o que ele ganha fazendo aquilo, se acrescenta alguma coisa financeira e tal. Ele disse que ganha sim, ganha a satisfação de poder fazer algo diferente da rotina e sentir novas vibrações completamente diferentes do dia a dia da operação.

Spencer Transportes

natalino 2018 32

natalino 2018 36

Flávio é motorista da Spencer há 4 anos e o 3ª ano como Noel

O colaborador Flávio da Silva Medeiros trabalha na Spencer (área 2) e Carlos Eduardo de Oliveira (na área 1). O primeiro, há 4 anos. Já iniciou suas atividades na empresa como motorista. Disse que ficou sabendo que haveria o natalino, mas não se imaginava como Noel, embora já achasse interessante o trabalho de outros , quando não fazia. No caso dele, especificamente, foi bastante inusitada a forma como ele se tornou Papai Noel. A empresa disse que decoraria um carro  (um Apache VIP básico) e por acaso foi o dele. Quando ele viu o carro todo enfeitado (uma decoração muito interessante, com leds até na caixa de roda - comentário do redator) investiu na roupa e nas balas que distribui para as crianças. Vive o personagem há 3 anos. Um dos momentos mais gratificantes desta experiência é o reconhecimento e a alegria do povo. Outro fato que marcou a experiência foi o fato de uma criança ter-lhe dito: “você não é o Papai Noel de verdade... Você nem tem óculos (risos)...”

natalino 2018 27

natalino 2018 29

Carlos Eduardo é o Papai Noel que mais se destaca por sua alegria e carisma.

Já Carlos Eduardo, começou na empresa como cobrador (era o único menor  na época) quando ela ainda não tinha esta razão social. Atualmente é motorista. Está a serviço da empresa faz 10 anos. Disse que ficou sabendo que haveria o natalino e, como não havia nenhum critério específico para ser o Papai Noel (e ele sempre quis viver a experiência), decidiu pedir pra ser. A empresa garante a decoração externa do carro (um micro-ônibus) e ele, a roupa e os doces que dá para as crianças no percurso. Ao contrário dos demais, só trabalha no carro natalino nos finais de semana. Durante este tempo,  acha que o melhor pagamento é o elogio, o respeito, os parabéns que recebe das pessoas pela atitude. Segundo ele, ver a felicidade das crianças também é muito gratificante.

Alfa Rodobus Transportes S/A

natalino 2018 35

natalino 2018 28

O sonho de Paulo sempre foi trabalhar no sistema de transporte como motorista e hoje tem orgulho de fazer o Noel da Alfa Rodobus

O colaborador da Alfa Rodobus, Paulo Henrique Marques dos Santos, trabalha há 2 anos e 8 meses na empresa. Aceitou o convite para participar do natalino, por achar interessante o trabalho de outros “Noéis”, quando não fazia. Somente a decoração externa do ônibus é patrocinada pela Alfa. Toda decoração interna, a fantasia e os doces que distribui para as crianças, compra com seus próprios recursos. Enquanto vive o personagem (é o 3º ano da experiência), considera a reação e o sorriso das crianças o que mais encanta. Acha que isso não tem dinheiro que pague. Além da distribuição de doces no interior do ônibus, Paulo tem uma ação social solidária: distribui brinquedos numa comunidade carente, juntamente com outros amigos (nem todos fazem parte do sistema, embora estejam indiretamente envolvidos). no último final de semana antes do natal. Ao ser perguntado como faz para conseguir os doces e brinquedos (se era patrocinado por alguma empresa ou alguém), ele respondeu que estes itens saem de algumas horas extras que ele faz durante o ano e da separação de uma certa quantia de dinheiro que retira do próprio salário, ambos já destinados a esta finalidade.

natalino 2018 33

É fácil notar que cada Papai Noel tem uma característica (natural) que se evidencia no momento em que você se aproxima dele. Não uma característica do personagem que está vivendo (algo figurativo e com o intuito de agradar), mas uma característica inerente de cada um deles. Todos são brincalhões e “incorporam” o personagem, isto é fato. Mas há alguns que se superam em relação a outros. Se houvesse um concurso para apontar o melhor, certamente a competição seria bastante complicada. Mas, se considerarmos a situação anterior ao início do passeio (quando os Noéis estão ainda no processo de preparação e fazem pose para uma ou outra pessoa que os solicita) alguns motoristas alcançariam uma pontuação elevada no processo avaliativo. No quesito transformação a partir da vestimenta e adereços teria um destaque para o Vanderley (Santa Brígida) que parece outra pessoa quando veste a fantasia. Muda tudo. Parece que até o semblante fica diferente. Carisma, alegria e brincadeiras, estes itens seriam facilmente conseguidos pelo Davi (Norte Buss). Mas há um Noel que é a simpatia, o carisma, o sorriso o tempo todo, o que “rouba a cena” no Ibirapuera pela quantidade de solicitação de fotos (mesmo com uma decoração externa simples num micro-ônibus). O nome dele é Carlos Eduardo da Spencer, um jovem que se realiza fazendo o personagem. Ao se aproximar dele, é impossível não notar o encantamento e entusiasmo plenos de viver esta experiência como Noel.

natalino 2018 37

O “natal iluminado” se iniciou no dia 1º e vai até o dia 23 de dezembro. As saídas dos veículos em comboios escoltados pela SPTrans ocorrem concomitante,a partir das 19h30m, em 3 pontos: Água Espraiada, Vila Matilde e Pacaembu e o destino final é o Parque do Ibirapuera. Além de ter a oportunidade de fotografar os ônibus, fazer fotos com os Noeis, fotos de caminhões natalinos super decorados com ursos enormes, os visitantes podem fotografar a principal árvore de natal da cidade e assistir a espetáculos interessantes. Participe!